Artigos

  • 03/01/1990
    Emprestando Conseqüência - quando Freud não explica
    Há duas clínicas no ensino de Jacques Lacan. A primeira, do significante, baseia-se na estrutura do inconsciente como linguagem. A segunda, a clínica do gozo ou da identificação ao sintoma, trata dos fenômenos que ultrapassam a captura da singularidade do sujeito pela palavra.
  • 01/01/1990
    A Festa dos Psiquiatras
    Psiquiatras e psicanalistas nem sempre estão nos melhores termos. “Desdém” é o sentimento que têm em comum, na mesma direção, em sentido contrário.
  • 01/01/1989
    Fixões
    Para explicar a plasticidade da identificação do humano é necessária uma teoria do significante que se contrapõe ao signo. Em algum lugar, o significante tem que se ancorar no Real para que haja um limite na articulação significante (desejo) e a possibilidade de uma identidade (gozo).
  • 13/10/1988
    Analisando 88
    Arquivo na íntegra para download.
  • 13/10/1988
    Os Caminhos da Psicanálise: O Nome Próprio
    Arquivo na íntegra para download.
  • 01/01/1988
    Entrevistas preliminares e função diagnóstica nas neuroses e nas psicoses
    É tarefa do analista provar que o dispositivo analítico pode ser posto em funcionamento com a pessoa que ali está. Para isto – e também para que o analista saiba de sua posição e estratégia, as quais intervêm na passagem que se dá de uma pessoa que o procura ao sujeito que entra em análise, por razões que demonstraremos – é que é preciso o diagnóstico.
  • 02/01/1987
    Passagens
    Viajar. Para uns, fascínio, sedução. Para outros, angústia, incômodo, preocupação. Viajar para alguma coisa, ou viajar sem desculpas, para nada. Aí está a essência de uma viagem: flanar. Seguir o desejo como a tora lançada ao rio segue ao prazer da correnteza...
  • 02/01/1987
    Há Via
    Discutamos por quantas vias se dirige uma análise. Por três, as mesmas que estruturam o discurso analítico: imaginária, simbólica e real. No caminho imaginário, o analista é um igual (a - a’), parceiro e confidente, o que entende, compreende, que é companheiro.
  • 01/01/1987
    Psicanálise: A Escolha Necessária
    “E o ser do homem, não somente não pode ser compreendido sem a loucura, como não seria o ser do homem, se não trouxesse em si a loucura, como o limite de sua liberdade”.
  • 17/02/1986
    Sobre Psicanálise e Lógica
  • 15/06/1985
    Psicanálise e Psiquiatria
    Uma vez que este é um ciclo de debates de Psicanálise e Psiquiatria, vou iniciar contando um debate entre um psiquiatra e um jovem se iniciando na psicanálise. É uma história passada há mais de 10 anos.
  • 12/04/1985
    A Angústia
    Em princípio, gostaria de dizer que vou falar sobre a angústia. Peço licença de fazer essa modificação da palavra ansiedade, título neste Simpósio, pela palavra angústia, devido a uma discussão ocasionada pela tradução da palavra que Freud utilizou: angst traduzida para o português na coleção de suas obras completas como ansiedade.
  • 01/07/1984
    Pegada Clínica
    Trabalho apresentado às "III Jornadas de Psicanálise" da Biblioteca Freudiana Brasileira, em São Paulo, a 1º de julho de 1984.
  • 04/12/1983
    Da nossa responsabilidade
    Trabalho apresentado na II Jornadas de Psicanálise – Módulos e Grupos de Pesquisa, 2, 3, 4 de Dezembro de 1983, São Paulo
Exibindo 181 - 194 de 194
< Anterior 12345678910