Amor nos tempos do Efêmero

22/07/2009 20h22

Algumas frases da conferência de Jorge Forbes, sobre o Amor nos tempos do Efêmero, na Estação do Saber, em Belo Horizonte, 10/3/2008.

Não há mais um anteparo social que proíba os encontros.

O homem se vê desbussolado; a estabilidade existe, mas está onde nós não a vemos.

Os homens, ao contrário das mulheres, se adequam facilmente aos três princípios da lógica aristotélica.

A singularidade se exercita na diferença.

O mundo caminha da impotência para o impossível.

Há quem pense que o inconsciente é uma carteira de agente 007, que irresponsabiliza o sujeito.

Hoje em dia alguém só está com o outro porque quer.

O amor de ontem era intermediado; o amor de hoje é imediato.