Natal

23/07/2009 22h55

Jorge Forbes

Devia ser a Páscoa, mas é muito mais o Natal. É muito mais hoje que as pessoas zeram o odômetro das discórdias. Se Jesus nasce todos os anos, porque carregar o peso das tralhas descompassadas, em vez de fazer como ele que tem tantas vidas, quantos natais?

Um ano é um bom tempo para tentar o que se quer, depois, se não der certo, é tentar pegar um bilhete de uma nova oportunidade. Não, isso não quer dizer que liberou geral porque Cristo morreu na cruz para nos salvar. Isso só quer dizer que no Natal as pessoas gostam de você, como gostam de uma criança que está nascendo. Ela é gostada, a priori, porque nasceu. Hoje, as pessoas gostam de você apesar de você. Aproveite e tente descobrir o porquê. Feliz Natal.