Psiquiatria Sem "Última Geração"

23/07/2009 21h59

"Os últimos 25 anos de pesquisa baseada em evidências não trouxeram nada significativo à psiquiatria", constata Carol Sonenreich, apreensivo.

Desde a introdução do antidepressivo e dos neurolépticos, na década de 50, não houve grande descoberta medicamentosa, não se abriram perspectivas, nada efetivamente novo. A psiquiatria tem sido nutrida de revisões, diz ele.

Ao comentar a "Medicina Baseada em Evidências", Sonenreich questiona os critérios de prova atualmente difundidos, e rebate a valorização das estatísticas, prezando a experiência clínica e o exame de caso, em seu aspecto único.

(na 2a sessão do Seminário "As Exposições Clínicas", de 28 de abril: conversa de Carol Sonenreich e Jorge Forbes sobre as direções clínicas).