TERRADOIS

22/02/2017 17h20

por Jorge Forbes

Estamos vivendo em TERRADOIS. 

Chamo de TERRADOIS esse novo planeta que habitamos.

TERRADOIS é igual à TERRAUM, geograficamente, e seus habitantes são muito parecidos. Só. A partir daí, tudo muda. Do nascimento à morte, passando por todas as etapas da vida: educar, estudar, amar, casar, trabalhar, procriar, profissionalizar, divertir, aposentar, tudo é radicalmente diferente.

Se não formos capazes de habitar TERRADOIS, veremos continuar crescendo as soluções para trás, reacionárias, dos livros de “autoajuda”, no plano laico, e das novas igrejas, no plano espiritual, exibindo exorcismos nas madrugadas televisivas.

Necessitamos de uma clínica psicanalítica que mostre, elucide, convide à fantástica experiência de estabelecer novas formas de viver e se relacionar, tanto no nível do indivíduo, como das instituições. TERRADOIS não pode continuar sendo vista como uma terrível ameaça, mas ao contrário, enorme chance para a humanidade se reinventar.