Você quer mesmo ser avaliado?

23/07/2009 20h04

Jorge Forbes

“Sua satisfação garantida ou seu dinheiro de volta”, dizia o slogan de uma enorme loja de departamentos, hoje, aliás, falida. Os avaliadores pensam que a satisfação possa ser garantida, claro, por eles.

E, quem não quer ter sua satisfação garantida, protegida por avaliadores-científicos, que nos protegeriam do erro?

Mais do que nunca, a sereia avaliadora nos hipnotiza com seu canto rochoso que tenta interromper o navegar da aventura humana.

Mais do que nunca, pelo desgarramento do maestro da lei paterna, que regia a modernidade, nos vemos assustados pelo silêncio deste universo profundo.

E, nestes tempos, aberrações como a tentativa no Brasil de passar uma lei pela qual psicólogos deveriam denunciar à polícia intenções agressivas de seus pacientes, e advogados deveriam igualmente denunciar clientes enganadores, nestes tempos, como diria Vinícius: “acabamos por achar Herodes natural”.

(do Prefácio do livro “Você quer mesmo ser avaliado?”, de Jacques-Alain Miller e Jean-Claude Milner; Editora Manole, 2006).