Freud sob análise - TVeja entrevista Jorge Forbes

25/09/2016 02h04

Da atualidade da psicanálise

Cabe mais uma biografia de Freud? Claro, diz Jorge Forbes, respondendo ao convite da TVeja, por ocasião do lançamento de uma nova biografia de Freud, por Elisabeth Roudinesco.

Forbes argumenta: é próprio do escritor criativo oferecer uma dimensão de incompletude. E a dimensão biográfica vem sempre possibilitar outra leitura, nunca definitiva, de menos endeusamento, e mais responsável.

A obra freudiana tem uma dimensão ética sustentada no desejo do seu criador. Preservar o pioneirismo, restituindo o contexto de sua criação, é se contrapor às tentativas dos pós-freudianos de conservá-la no formol. Freud era capaz de reformular suas hipóteses, de abandonar o estatuto conquistado, “não jogava para a torcida”,  resume Forbes.

A psicanálise não está ameaçada pelos progressos da ciência, ao contrário. Isso porque a psicanálise aponta o excesso, aquilo que escapa aos sistemas fechados e às explicações do bom senso, sejam elas científicas ou não. As inovações, como a decodificação do Genoma, não vão fazer com que a dúvida humana deixa de existir, diz Forbes.

Veja a integra da entrevista, no link abaixo:

http://veja.abril.com.br/tveja/clube-do-livro/freud-sob-analise/